Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    16/09/2020

    ATR busca parcerias para coibir transporte irregular na região do Bico do Papagaio

    Conflitos entre taxistas e permissionários do transporte intermunicipal de passageiros estão entre as principais reclamações e denúncias recebidas pela Agência na região

    Parceria entre ATR e 9ºBPM pretende coibir transporte irregular ©ATR
    Conflitos entre taxistas e permissionários do transporte intermunicipal de passageiros estão entre as principais reclamações e denúncias recebidas pela Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (ATR) na região do Bico do Papagaio. Para solucionar o problema, uma equipe da agência está no local buscando conhecer a realidade e fortalecer a fiscalização na região.

    Segundo o gerente de fiscalização da ATR, Coronel Coelho, os taxistas têm reclamado de que as vans estão levando passageiros na residência, o que não é permitido. “Segundo a Resolução ATR Nº 5 DE 12 de maio de 2016, as vans e ônibus só podem buscar e deixar passageiros em terminais rodoviários e pontos de parada”, esclareceu.

    Nesta terça-feira, 15, uma equipe da ATR esteve na sede do 9º Batalhão da Polícia Militar de Araguatins (9ºBPM) em reunião com o com o Comandante, Tenente Coronel Reis e com o Promotor de Justiça, Décio Gueirado Jr, tratando de ações conjuntas focadas no combate do transporte irregular e na solução desses conflitos.

    “Nosso objetivo é fortalecer o trabalho de fiscalização de transportes com a finalidade de melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados aos usuários”, destacou Kelsimar. “Para isso, estamos estabelecendo parcerias com outros órgãos que possam somar neste sentido. É o caso da PM, Detran, ANTT, Sefaz, entre outros”, pontuou.

    Também presente na reunião, o inspetor de serviços fiscais da ATR, Daniel Brito, destacou que o apoio dos órgãos locais é essencial para dirimir estes tipos de conflito, pelo conhecimento aprofundado da realidade local. Para ele, também é importante esclarecer aos usuários que medidas como esta garantem a segurança de quem utiliza o transporte intermunicipal.

    Ascom ATR


    Imprimir