Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    24/09/2020

    PANDEMIA| Brasil tem 139 mil mortes e 4,65 milhões de casos acumulados

    As Unidades da Federação com menos óbitos são Roraima, Acre, Amapá, Tocantins e Mato Grosso do Sul.

    ©DR

    O número de pessoas que se infectaram com o novo coronavírus desde o início da pandemia subiu para 4.657.702. Nas últimas 24 horas, foram registrados 32.817 novos diagnósticos positivos para covid-19. Até ontem, a soma estava em 4.624.885.


    Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde no início da noite desta quinta-feira (24), na atualização diária publicada pela pasta.


    Ainda conforme o boletim, o número acumulado de mortes em razão da pandemia chegou a 139.808. Entre ontem (23) e hoje (24), os novos óbitos registrados pelas secretarias estaduais de saúde totalizaram 831, mantendo a média abaixo dos 1.000 diários das últimas semanas.


    Ontem o sistema do Ministério da Saúde contabilizava 138.977 vidas perdidas desde o início da pandemia.


    As autoridades de saúde ainda investigam se 2.422 falecimentos ocorreram em decorrência da covid-19.


    Ainda de acordo com a atualização, 494.105 pacientes estão em acompanhamento. O número de recuperados da covid-19 chega a 4.023.789. Isso representa 86,4% do total de infectados pelo novo coronavírus.


    Segundo balanço divulgado hoje (24) pela Secretaria Estadual de Saúde, o estado de São Paulo soma, desde o início da pandemia até agora, 958.240 casos confirmados do novo coronavírus, com 34.677 mortes. Só nas últimas horas, o estado somou 185 mortes e 6.267 novos casos.


    Do total de casos diagnosticados, 821.045 pessoas já estão recuperadas da doença.


    Há 9.310 pacientes internados em todo o estado em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, sendo 4.017 deles em estado grave. A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) do estado é de 46,7% no estado e de 45,8% na Grande São Paulo.


    O Rio de Janeiro é o segundo estado com o maior número de mortes por covid-19, com 18.037 óbitos. Em seguida estão Ceará (8.882), Pernambuco (8.110) e Minas Gerais (6.983).


    As Unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (635), Acre (653), Amapá (698), Tocantins (901) e Mato Grosso do Sul (1.217).


    NAOM-Com informação: Agência Brasil



    Imprimir