Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    01/10/2020

    ARAGUAÍNA| Wagner comemora saldo positivo de quase 500 empregos no Município em plena pandemia

    Dados divulgados nesta quarta-feira, 30, mostram crescimento no número de empregos formais em Araguaína; para candidato, isso é resultado da política positiva de Ronaldo Dimas de atração de investimentos para a cidade

    “Os números são muito bons considerando essa terrível situação que o mundo passa. Isso mostra também que toda a política de atração de investimentos para a cidade comandada pelo prefeito Ronaldo Dimas (Podemos) é feita com muita qualidade e seriedade”, destacou o candidato ©Marcos Sandes
    Enquanto a pandemia do novo coronavírus devastou a economia de diversos países e no Brasil de vários Estados e municípios, Araguaína conseguiu excelentes resultados na geração de empregos formais. De janeiro a agosto, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta quarta-feira, 30 de setembro, o saldo positivo ficou em 463 empregos. Ao todo, foram feitos nestes primeiros oito meses do ano 6.698 contratações e 6.235 desligamentos.

    “Os números são muito bons considerando essa terrível situação que o mundo passa. Isso mostra também que toda a política de atração de investimentos para a cidade comandada pelo prefeito Ronaldo Dimas (Podemos) é feita com muita qualidade e seriedade”, destacou o candidato a prefeito da coligação A Transformação Continua, Wagner Rodrigues (Solidariedade).

    O candidato destacou que as transformações das gestões Dimas qualificaram a cidade para a vinda de centenas de empresas nestes últimos oito anos, fazendo com que a economia da cidade tenha seu foco principal na iniciativa privada.

    Agroindústria

    Para seguir nessa linha de aumento de emprego em Araguaína, Wagner projeta um forte incentivo à agroindustrializacão. Segundo o candidato, Araguaína agora pode disputar grandes empresas do agro com as cidades polo do Matopiba (fronteira agrícola que engloba Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia).

    “Queremos a sede destas empresas aqui, pois seremos a Capital do Matopiba devido nossa localização estratégica. Também queremos ser um forte centro de formação de mão de obra para a agricultura de precisão e a moderna pecuária. A silvicultura e a produção de fertilizantes vão ajudar a diversificar nossa produção rural e atrair indústrias para agregar valor à nossa produção primária”, destacou o candidato.

    Araguaína já tem pelo menos duas empresas rurais em processo de instalação: a Polli Fertilizante e a Vaccinar Nutrição e Saúde Animal. Juntas, elas vão gerar cerca de 400 empregos diretos. Além disso, a Agroquima, que está instalada em Araguaína há décadas, vem ampliando suas atividades na cidade, inclusive com a instalação de um centro de distribuição.

    Serviço

    Números do Caged Araguaína – Janeiro a agosto de 2020

    Contratações: 6.698

    Desligamentos: 6.235

    Saldo positivo: 463



    Imprimir