Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    03/10/2020

    PANDEMIA| Boletim estadual confirma 454 novos casos de coronavírus e nove mortes

    Total de casos no estado é de 69.398 neste sábado (3), segundo a Secretaria de Estado da Saúde. Entre os novos óbitos estão dois jovens de 20 anos.


    Neste sábado (3) foram contabilizados 454 novos caso de coronavírus no Tocantins. O boletim estadual divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) também confirmou nove mortes pela doença. Com a atualização, o estado passou a somar 69.398 diagnósticos e o número de óbitos subiu para 966.

    A SES afirma que as novas confirmações são de vários dias de coletas de exames. O boletim divulgado neste sábado (3) aparece com uma divergência em relação aos dados divulgados na sexta-feira (2), com 64 casos a menos. O G1 questionou a SES e aguarda um posicionamento.

    Os pacientes que não resistiram aos sintomas da doença tinham entre 20 e 99 anos. São eles:
    • Homem de 64 anos, morador de Araguaína. Comorbidades: Doença Renal Crônica e Diabetes. Óbito no dia 01/10/20 no Hospital Dom Orione.
    • Mulher de 80 anos, moradora de Araguaína. Comorbidades: Insuficiência cardíaca. Óbito no dia 29/09/20 na UPA de Araguaína.
    • Mulher de 99 anos, moradora de Aragominas. Comorbidades: Não relatado. Óbito no dia 01/10/20 na UPA de Araguaína.
    • Mulher de 20 anos, moradora de Xambioá. Comorbidades: Paralisia cerebral. Óbito no dia 02/10/20.
    • Homem de 61 anos, morador de Alvorada. Comorbidades: Neoplasia. Óbito no dia 01/10/20 no HGP.
    • Homem de 76 anos, morador de Palmas. Comorbidades: hipertensão e Câncer. Óbito no dia 01/10/2020 na UTI Hospital Santa Tereza.
    • Homem de 20 anos, morador de Araguaína. Fator de risco: Tabagista. Óbito no dia 25/09/20 na UPA de Araguaína.
    • Homem de 63 anos, morador de Araguaína. Comorbidades: Hipertensão e Diabetes. Óbito no dia 27/09/20 no Instituto Sinai de Araguaína.
    • Homem de 67 anos, morador de Palmas. Comorbidades: Insuficiência cardíaca. Óbito no dia 02/09/2020 no Hospital Estadual Lousite Ferreira Silva em Várzea Grande/MT.
    Novos diagnósticos

    Há novos registros de Covid-19 em 63 cidades do estado. Do total, 46 são em Palmas, que passou a ter 16.488 confirmações. A capital soma 160 mortes e é a cidade mais afetada pela Covid-19 no Tocantins.

    Já Araguaína, que é o segundo município com mais casos, tem mais 76 moradores com a doença. O município chega a 15.227 diagnósticos e o número de mortes é de 207.

    Todos os 139 municípios do Tocantins têm casos confirmados da doença. Veja abaixo as 10 cidades com mais afetadas. A lista completa pode ser encontrada no site sobre o coronavírus da Secretaria de Saúde.

    Segundo o SES, do total de casos, 53.124 estão recuperados e 15.308 ainda estão ativos, com acompanhamento e isolamento. Atualmente, o Tocantins tem 74 pacientes internados em UTIs públicas e outros 29 em leitos de terapia intensiva particular.

    Taxa de ocupação dos hospitais

    Até às 12h30 deste sábado (3) o Hospital Regional de Araguaína apresentava a maior taxa de ocupação de leitos de UTIs públicos. Veja abaixo a relação das maiores unidades públicas do estado.
    • Hospital Regional de Araguaína - 82% de ocupação
    • Hospital Municipal de Campanha de Araguaína – 80% de ocupação
    • Hospital Estadual de Combate à Covid-19 – 70% de ocupação
    • Hospital Geral de Palmas - 46% de ocupação
    • Hospital Regional de Gurupi – 65% de ocupação
    • Hospital Regional de Augustinópolis - 60% de ocupação
    Os dados de estatística hospitalar podem ser conferidos no portal Integra Saúde.

    Cidades mais afetadas pela Covid-19 no Tocantins

    • Palmas - 16.488 casos e 160 mortes.
    • Araguaína - 15.227 casos e 207 mortes.
    • Gurupi - 3.535 casos e 46 mortes.
    • Colinas do Tocantins - 2.767 casos e 25 mortes.
    • Porto Nacional - 2.640 casos e 46 mortes.
    • Paraíso do Tocantins - 2.397 casos e 44 mortes.
    • Formoso do Araguaia - 1.206 casos e 14 mortes.
    • Guaraí - 1.148 casos e 19 mortes.
    • Araguatins - 935 casos e 27 mortes.
    • Xambioá - 935 casos e 14 mortes.

    Por G1

    Imprimir