Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    20/10/2020

    Secretaria Municipal de Saúde de Palmas realiza Dia D de Prevenção e Combate à Sífilis Congênita

    A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) e ocorre por relação sexual desprotegida com uma pessoa infectada e durante a gestação ou parto

    A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizará no próximo dia 31 de outubro o Dia D de Combate à Sífilis e a Sífilis Congênita. A ação ocorrerá em algumas Unidades de Saúde da Família (USFs) de Palmas e fará testes rápidos para a população, com atendimentos das 7 às 17 horas. O dia D de luta contra a doença em todo o Brasil é comemorado no dia 17 de outubro, mês também da luta contra o câncer de mama e colo do útero.

    A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) e ocorre por relação sexual desprotegida com uma pessoa infectada e durante a gestação ou parto. Porém, a doença pode ser prevenida com o uso da camisinha em todas as relações sexuais.

    A enfermeira da Superintendência de Atenção Primária e Vigilância em Saúde (Supavs) da Semus, Raiane Silva Mocelai destaca que as taxas de infecção sofreram uma queda entre os anos de 2019 e 2020 na Capital.

    A sífilis congênita é passada da mãe para o bebê durante a gravidez ou no parto. Ela é uma enfermidade grave e pode causar vários problemas para a saúde da criança que vão desde o aborto, má formação, podendo levar até a morte. “Por isso damos tanto destaque à prevenção e uma das maneiras de diagnosticar a doença no início é fazendo um pré-natal em uma Unidade de Saúde da Família, onde os exames que detectam a sífilis são realizados periodicamente”.

    A enfermeira também explica que em gestantes o diagnóstico precoce e eficaz diminui a transmissão da infecção para a criança. “Por isso é extremamente importante o tratamento das parcerias sexuais. A melhor forma de prevenção continua sendo o uso do preservativo (masculino ou feminino) e gel lubrificantes, além da testagem rápida regularmente”.

    Sintomas

    Entre os sintomas da doença, estão o aparecimento de feridas indolores no pênis, vagina, colo uterino, boca, ânus ou outros locais da pele. “A enfermidade também causa manchas ou lesões no corpo, palmas das mãos e plantas dos pés. Dependendo do caso, podendo ocorrer febre, mal-estar e dor de cabeça”, acrescenta.

    O diagnóstico da sífilis é feito por meio de Teste Rápido (TR) disponível em todas as Unidades de Saúde da Família (USF) de Palmas. “É prático e rápido! Leva em torno de 30 minutos para sair o resultado. Quando detectada pode ser tratada com uso de medicamento disponível nas USFs”, ressalta a gerente.

    SECOM

    ***