Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    13/11/2020

    Morre Dona Aureny Siqueira Campos, ex-primeira dama do Tocantins, aos 96 anos

    Falecimento ocorreu na noite desta quinta-feira (12) em Brasília. Ela foi a primeira mulher a ser primeira dama do estado e quatro bairros receberam o nome dela como forma de homenagem.

    Dona Aureny faleceu aos 96 anos em Brasília ©Arquivo Pessoal
    Faleceu na noite desta quinta-feira (12), em Brasília, a mãe do deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (DEM) e ex-primeira dama do Tocantins, dona Aureny Siqueira Campos. Aos 96 anos, ela morreu em decorrência de uma insuficiência respiratória às 21h59, segundo informou o gabinete do parlamentar.

    A Dona Aureny, como era conhecida, foi a primeira mulher a ocupar a função de primeira dama do Tocantins. Ela desenvolveu vários programas sociais na época da criação do estado do Tocantins, como os Pioneiros Mirins.

    Em sua homenagem quatro bairros da região sul de Palmas receberam seu nome, os Aurenys I,II,II e IV.

    "Muito atuante, prestativa e de um coração generoso, que viu na ação social sua parcela de contribuição na criação do Tocantins, criando e acompanhando programas que beneficiaram tanto as famílias já residentes quanto as que chegavam, sempre com o mesmo sentimento de atenção e carinho", afirmou o gabinete do deputado Eduardo Siqueira.

    A família ainda não divulgou informações sobre o velório e enterro.

    O governador Mauro Carlesse (DEM) emitiu uma nota de pesar pela morte. "Dona Aureny ficará marcada nas mentes e nos corações dos tocantinenses pelo cuidado, atenção e carinho com que sempre tratou a todos, principalmente aqueles que mais precisavam. Dona Aureny escreveu seu nome na história do Tocantins, ajudou a implantar o Estado e a construir Palmas, tanto que foi homenageada pelos próprios moradores e viu seu nome batizar quatro bairros da Capital".

    Por G1 Tocantins

    ***