Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    20/12/2020

    Coronel que foi comandante da PM morre após caminhonete dele ser atingida por motorista embriagada

    O coronel Josias Araújo Rocha estava na reserva e comandou a corporação entre 1993 e 1995. A mulher que dirigia o outro veículo está internada no HRA sob custódia da Polícia Civil.

    Acidente que matou o coronel da PM — Foto: Divulgação/PRF
    O coronel da reserva da Polícia Militar Josias Araújo Rocha morreu na noite deste sábado (19) em um acidente de trânsito na BR-153, em Araguaína. A caminhonete que ele dirigia foi atingida de frente por outra caminhonete que invadiu a pista contrária. A família do coronel, que também estava na veículo com ele, teve ferimentos leves.

    A Polícia Rodoviária Federal informou que a condutora da caminhonete que invadiu a contramão estava sozinha no veículo e embriagada. O teste do bafômetro feito no local, segundo a PRF, indicou 0,86 miligramas de álcool por litro de ar. Dentro do veículo foram encontradas latas de cerveja abertas.

    A condutora foi levada para o Hospital Regional de Araguaína e está sob custódia da Polícia Civil. Ela deve ser presa assim que receber alta médica. O corpo de Josias Araújo ficou preso às ferragens da caminhonete e precisou ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros. Os familiares dele foram socorridos para a Unidade de Pronto Atendimento de Araguaína.

    O coronel Josias Araújo tinha 72 anos e era muito conhecido no Tocantins porque foi comandante-geral da Polícia Militar, o cargo mais alto na hierarquia da instituição, entre 1993 e 1995. O governador Mauro Carlesse (DEM) e o atual comandante da PM, coronel Jaizon Veras, emitiram nota lamentando a morte e se solidarizando com a família.

    A condutora da caminhonete tem 40 anos e ainda não teve o nome divulgado. De acordo com a PRF, ela é de Cuiabá (MT) e responde criminalmente na cidade por furto em um supermercado. Entre os itens furtados, estavam latas de cerveja e vinho.

    Por G1 Tocantins

    ***