Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    29/12/2020

    No Tocantins, o Agro se destaca e mostra força em 2020

    Tocantins registrou crescimento no setor de grãos de cerca de 10% ao ano na área plantada e em torno de 14% na produção

    Feira de Agrotecnologia do Tocantins - Agrotins 2020 100% Digital foi sucesso em 2020 ©Antônio Gonçalves
    O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), buscou e apresentou alternativas para dar mais segurança ao setor do agronegócio, especialmente ao produtor rural em 2020. Criou plataformas de desburocratização e modernização da estrutura institucional e da legislação ambiental, proporcionando um ambiente de segurança jurídica que resultou na atração de novos investidores, além da ampliação de áreas plantadas e toneladas produzidas.

    “Mesmo em meio a uma pandemia, temos muito que comemorar. Em 2020, o agro foi um motor de crescimento da economia tocantinense. Trabalhamos ao longo de 2020 para criar um ambiente favorável à competitividade da produção tocantinense”, afirma o secretário da Seagro, Thiago Dourado.

    Os números comprovam o trabalho colocado em prática pelo Governo Estadual. Na cadeia produtiva de grãos, o Tocantins registrou um crescimento no setor do agronegócio de cerca de 10% ao ano na sua área plantada e em torno de 14% na produção. Em 2020, também foram comemorados os números positivos alcançados na última década, com um aumento expressivo na sua área plantada, saltando de 600 mil hectares, em 2010, para um 1,6 milhão de hectares em 2020, um crescimento de mais de 120%. A produção saltou de mais de 2 milhões para 6 milhões de toneladas de grãos, ou seja, um aumento gigantesco que reflete diretamente no Produto Interno Bruto (PIB).

    “Nossa balança comercial é positiva e reflete diretamente na vida financeira do Estado. Apesar de sermos um Estado pequeno em relação aos demais, temos um dos maiores superávits da balança comercial do Brasil”, afirma o secretário Thiago Dourado, informando que a soma de janeiro a outubro de 2020 já superou os números de 2019 e contabilizam R$ 1,22 bilhão. “Até outubro, nós já ultrapassamos em mais de 130 milhões os números de 2019, isso sem incluir os meses de novembro e dezembro. Este ano, o saldo da balança vai ser superior a 1 bilhão e 86 milhões de dólares. Os dois principais produtos, soja e carne bovina, correspondem a mais de 90 % das nossas exportações”.

    Tocantins inovou e rompeu barreiras

    Marco na história do agronegócio brasileiro, a Feira de Tecnologia Agropecuária - Agrotins 2020 100% Digital obteve uma movimentação financeira de mais de R$ 216,5 milhões. Em plena pandemia ao inovar e possibilitar diversas oportunidades de negócio, além de capacitações e troca de experiências, a feira tornou-se referência em todo o país. Participaram da edição mais de 250 expositores e foram registradas mais de 470 mil visualizações da plataforma www.agrotins.to.gov.br, inclusive com acesso de 60 países. “Uma verdadeira vitrine para produtores da agricultura familiar e empresas do ramo da agricultura, pecuária, piscicultura, concessionárias de veículos leves e pesados, máquinas agrícolas além de instituições financeiras e empresas que ofertam serviços e tecnologias para o campo”, reforçou o secretário da Seagro, Tiago Dourado.

    Mais um marco na realização de grandes eventos no Estado, a Pecshow também foi um sucesso. Em sua segunda edição e no formato digital, a feira proporcionou a difusão de tecnologia para a cadeia da produção de carne e leite, além de ter apresentado expectativas otimistas para o crescimento no setor pecuarista, considerando os próximos anos no Tocantins. Reforçou ainda que o Tocantins possui vocação natural na agropecuária e os pecuaristas investem em genética de alta qualidade e eficiência para melhoria do rebanho bovino, visando à abertura de novos mercados.

    “O Tocantins é eficiente no investimento genético, visando à alta produtividade do rebanho, e o volume de produção da carne, em 2020, cresceu em torno de 55%, em relação ao ano passado, saltando de 39 milhões de toneladas para 61 milhões. A exportação alcançou patamares positivos, aumentou de 130 milhões de dólares, em 2019, para 241 milhões de dólares, em 2020, um salto de 88% na exportação”, informa o secretário.

    Comida Curraleira

    Fonte de riqueza e variedade alimentar, os alimentos do Cerrado foram o grande destaque no ano de 2020. Sebereba; grolado; quiboró; úbere; jacuba; cuscuz; paçoca de carne de sol; paçoca de baru; farinha de puba; galinha caipira; arroz com pequi; fava; peixe; mandioca; milho; rapadura; caldo de cana; bolo de arroz; ovo caipira; bolo frito e quebrador são alguns dos alimentos que estão presentes todos os dias na mesa do tocantinense. Com intuito de identificar e registrar a comida raiz e o seu sabor curraleiro, o Governo do Tocantins, por meio da Seagro, em 2020, deu início a um levantamento em todos os municípios do Estado.

    “A identidade do Estado está presente na comida curraleiro, que é aquela preparada com produtos da agricultura familiar e tem cor, sabor e tradição. O saber fazer, preparar é específico de cada comunidade e o turista aprova o sabor. Levar para casa rapadura, farinha, produtos com frutos do Cerrado para lembrança do gosto ou para presente, é algo natural de quem viaja”, explica Thiago Dourado.

    O Governo do Tocantins trabalha no conceito do fortalecimento da identidade do povo, onde haverá um selo de certificação daquele produto que tem história familiar e está presente no dia a dia do tocantinense, vindo a ser fonte de renda de muitas famílias.

    Potencial da piscicultura

    O Tocantins é privilegiado também no setor da piscicultura: possui água e clima abundante, além de ter a segunda maior bacia hidrográfica do Brasil. Ao longo de 2020, a Seagro, juntamente com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e parceiros privados realizaram pesquisas de investimentos tecnológicos em projetos para produção de peixes nativos, principalmente a tilápia, que é uma produção promissora na comercialização para o consumo interno e exportação. A produção estabelecida projetada pela Seagro, em 2020, ficou em torno de 15.600 toneladas/ano, valor 17,29% superior ao de 2019.

    Plano ABC

    Em 2020, o Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC) comemorou 10 anos de sua implantação no Tocantins, e é uma referência nacional na implantação da política de sustentabilidade. O Plano foi criado com o objetivo de incentivar os produtores rurais para a adoção de práticas agrícolas sustentáveis, que promovam a segurança alimentar e preservem o meio ambiente com a redução da emissão de gases causados pelo efeito estufa.

    Agroindústrias

    Pequenas agroindústrias estão trazendo transformação para o interior do Tocantins ao gerar novas oportunidades de emprego, renda e aumento da produção. Foi inaugurada em 2020, a fábrica de linguiça artesanal Porco Pura, no município de Cristalândia; a primeira agroindústria de polpas de frutas naturais Front’Fruti, em Barrolândia; e o abatedouro de aves no município de Palmeirante.
    Inauguração do CTC Agro pelo governador Mauro Carlesse ©Aldemar Ribeiro
    Com o objetivo de se tornar referência na produção de pesquisas e cursos de capacitação voltados para o campo, foi entregue, pelo governador Mauro Carlesse, o Centro de Treinamento e Capacitação em Tecnologia Agropecuária e Extensão Rural (CTC Agro), que agora integra o Complexo de Ciências Agrárias da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins). Localizado dentro do Centro Agrotecnológico de Palmas, o CTC Agro dispõe de biblioteca, salas de treinamento, salas administrativas, banheiros e área de convivência. O Centro é mais uma ação voltada para o desenvolvimento de tecnologias para o campo, gerando oportunidades em pesquisa e levando o conhecimento técnico para auxiliar produtores rurais de todo o Estado.




    Por: Raquel Oliveira e Leide Theophilo

    ***