Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    01/12/2020

    Semus inicia campanha de conscientização para diagnóstico precoce de HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis

    Ao longo de todo o mês de dezembro, as 34 Unidades de Saúde da Família (USFs) de Palmas ofertarão testes rápidos à população

    ©DIVULGAÇÃO
    Com o tema ‘Testar é se cuidar’, a Secretaria Municipal de Saúde de Palmas (Semus) iniciou nesta terça-feira, 1º, Dia Mundial de Luta Contra a Aids, a Campanha Dezembro Vermelho que tem o objetivo de conscientizar a população da Capital sobre formas de prevenção, diagnóstico e cuidados com a enfermidade e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) como sífilis e hepatites virais.

    A Semus estima que 1.099 pessoas em Palmas convivam hoje com o HIV. Para conscientizar sobre esse número e trazer um alerta para a prevenção, a Superintendência de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, por meio das 34 Unidades de Saúde da Família de Palmas (USFs), iniciou as ações informativas por meio de palestras e ofertará testes rápidos, além de orientação sobre como é realizado o tratamento de ISTs é feito na Rede Pública Municipal de Saúde. A ação preventiva segue até o dia 31 de dezembro.

    Para a gerente da Vigilância Epidemiológica, Raiane Mocelai, muitos são os esforços empregados pela Semus para ampliar a oferta de exames para o diagnóstico precoce da infecção pelo HIV, bem como tratamento em tempo oportuno aos pacientes diagnosticados com HIV/Aids. “As USFs durante todo o mês de dezembro reforçarão a oferta de testagem rápida e irão realizar dias ‘D’ próprios para mutirões de atendimento e testagem rápida de IST”, completou.

    A programação própria das USFs será anunciada em breve, no entanto, as unidades já estão de portas abertas para realizarem testagem rápida e oferecer auxílios aos usuários do SUS.

    A campanha é destinada para a população em geral e possui públicos-chave, pessoas privadas de liberdades e em situação de rua. Cabe destacar que os testes rápidos para diagnósticos de ISTs são acessíveis a toda a população e estão cada vez mais próximos dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Essa facilidade se deu após a formação de novos profissionais habitados para a realização da técnica que tem permitido resultados ágeis de exames para detecção do HIV, sífilis e hepatites virais em todas as USFs da Capital e no Núcleo de Assistência Henfil.

    Fórum de Sexualidade

    Na programação do Dezembro Vermelho, a Semus também é parceira do II Fórum de Sexualidade em Saúde que começou na Capital n noite, desta terça, com a mesa de abertura ‘Os desafios e avanços do movimento de luta contra a Aids’, com a psicóloga Rafaela Queiroz, pós-graduanda em psicopedagogia, ativista e militante em Direitos Humanos e HIV/Aids, mediada pela mestre e enfermeira Carolina Freitas. O fórum segue até o próximo dia 11 e é voltado pra profissionais de saúde, residentes e universitários. O evento é totalmente online e será transmitido no YouTube, por meio do link.

    Serviço

    Para realizar o teste, o interessado deve comparecer com documento pessoal e cartão do SUS na USF de referência e informar no atendimento que necessita realizar a testagem rápida para IST.


    SECOM

    ***