Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    17/12/2020

    SOLIDARIEDADE| JBS doa 21 equipamentos médicos para acelerar testagem da Covid no Brasil

    Doação também será destinada ao Lacen de Mato Grosso do Sul; Equipamentos doados podem processar 96 amostras por hora.

    A JBS, por meio do seu programa de responsabilidade social Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade, doou 21 extratores de RNA e 62 kits de extração para o Ministério da Saúde, que serão destinados ao Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) de estados em todas as regiões do país. Os equipamentos são utilizados na realização dos testes de covid-19.

    Os equipamentos trazem mais rapidez na testagem da doença e cada um tem a capacidade de processar 96 amostras em uma hora. Após a pandemia, o extrator de RNA pode ser utilizado para diagnosticar doenças virais como influenza, HPV, vírus da hepatite B e C entre outras, deixando um legado permanente para a população. 

    O Lacen das 21 unidades da federação beneficiados começam a receber os equipamentos e os kits de testagem já neste mês. São eles: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo, Tocantins e Distrito Federal. 

    Programa Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade

    Por meio do programa social Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade, a JBS destinou R$ 400 milhões em doações para o enfrentamento da pandemia no País. Desse total, R$ 50 milhões para a área científica, R$ 330 milhões para a saúde pública; e outros R$ 20 milhões para projetos sociais. Foram beneficiados mais de 290 municípios com as ações realizadas pela Companhia em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. 

    A partir de janeiro, o Fazer o Bem Faz Bem iniciará uma nova fase de atuação com foco no voluntariado e envolverá os colaboradores das unidades de produção da JBS em mais de 100 municípios. A empresa irá destinar R$ 20 milhões nesta ação. Saiba mais em jbs.com.br/fazerobemfazbem.

    Sobre a JBS 

    A JBS é a segunda maior companhia de alimentos do mundo e a maior de proteína animal. Com uma plataforma global diversificada por geografia e por tipos de produtos (aves, suínos, bovinos e ovinos), a Companhia conta com mais de 245 mil colaboradores, em unidades de produção e escritórios em todos os continentes, em países como Brasil, EUA, Canadá, Reino Unido, Austrália, China, entre outros. No Brasil são mais de 145 mil colaboradores, sendo a empresa a maior empregadora do país. 

    No mundo todo, a JBS oferece um amplo portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e inovação: Swift, Pilgrim’s Pride, Seara, Moy Park, Friboi, Primo, Just Bare, entre muitas outras, que chegam todos os dias às mesas de consumidores em 190 países. A Companhia investe também em negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, envoltórios naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, reciclagem, embalagens metálicas e transportes. 

    A JBS conduz suas operações com foco na alta qualidade e na segurança dos alimentos e adota as melhores práticas de sustentabilidade e bem-estar animal em toda sua cadeia de valor. O programa Juntos pela Amazônia integra esse compromisso. Além de fomentar o desenvolvimento sustentável do bioma amazônico, promovendo a conservação e uso sustentável da floresta, prevê a melhoria da qualidade de vida da população que nela reside, bem como o desenvolvimento de novas tecnologias para preservar o meio ambiente. Com a implementação de uma plataforma blockchain, inédita no setor de proteína animal, ampliará o monitoramento dos fornecedores diretos da JBS para os fornecedores deles. 

    ASSECOM

    ***