Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    18/03/2021

    Morre Valéria Paranaguá, Secretária de saúde de Palmas após passar mais de duas semanas internada em UTI com Covid-19

    Valéria Paranaguá estava internada em hospital particular desde o final de fevereiro. Ela morreu as 13h30 após sofrer duas paradas cardiorrespiratórias.

    Secretária Valéria Paranaguá morreu vítima da Covid-19 ©Raiza Milhomem/Prefeitura de Palmas/Divulgação
    A secretária de saúde de Palmas, Valéria Paranaguá, morreu nesta quinta-feira (18) após passar mais de duas semanas internada em uma UTI com Covid-19. Ela tinha sido diagnosticada com coronavírus no dia 24 de fevereiro e quatro dias depois precisou ser transferida para leito de terapia intensiva em um hospital particular da capital.

    A Prefeitura de Palmas informou, em nota, que a secretária faleceu às 13h30, após sofrer duas paradas cardiorespiratórias.

    Servidora pública aposentada da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Valéria Silva Paranaguá tinha 58 anos e era natural de Santa Helena de Goiás (GO). Ela estava desde janeiro de 2020 na Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus), primeiro à frente da Superintendência de Atenção Primária e Vigilância em Saúde (Supavs) e no mês de agosto foi nomeada secretária da pasta.

    A secretária havia perdido a mãe para a Covid-19 e também teve uma irmã que chegou a ser hospitalizada devido ao coronavírus, mas recebeu alta. Logo após ser diagnosticada, Valéria Paranaguá ficou em isolamento e sendo acompanhada por equipes da saúde básica do município.

    No dia 28 de fevereiro ela recebeu o atendimento de estabilização na UPA Norte, mas em razão da evolução do quadro, houve a necessidade de um tratamento intensivo. A secretária estava internada no Hospital IOP de Palmas e o estado de saúde não vinha sendo divulgado por opção da família.

    A prefeita Cinthia Ribeiro lamentou a morte. "Valéria dedicou sua vida à saúde pública. Renunciou a muitas oportunidades pessoais em favor do ideal de servir ao próximo, fazendo isso com muita qualidade. Deixa um legado de serviços prestados ao Estado do Tocantins, além do exemplo de coragem e dedicação ao que fez. Nos fez acreditar na grandeza do Sistema Único de Saúde", disse em nota.

    Desde o afastamento de Valéria Paranaguá, a Secretaria Municipal de Saúde de Palmas vem sendo comandada pelo secretário executivo, Durval Júnior. Nesta quarta-feira (17), outro caso de coronavírus foi confirmado no primeiro escalão municipal, desta vez foi a secretária de desenvolvimento econômico e emprego de Palmas, Mila Jaber.

    A secretária atuou diretamente no combate ao coronavírus e na tomada de decisões relacionadas à pandemia. Na última entrevista dela antes da internação, no dia 22 de fevereiro, ela detalhava as medidas de um decreto municipal que restringia o funcionamento do comércio.

    Festa de fim de ano

    Em dezembro de 2020 a secretária Valéria Paranaguá e servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Palmas promoveram aglomeração em uma confraternização de fim de ano. Na época, imagens divulgadas em redes sociais mostram o grupo reunido e ninguém usando máscara.

    A festa ocorreu em um espaço de eventos no centro da capital. A denúncia foi feita por uma pessoa que trabalha na secretaria e pediu para não ser identificada. Além da secretária de saúde, a diretora de atenção básica do município, Terezinha Teles, estava no evento.


    Por G1 


    ***