Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    28/04/2021

    GURUPI| Cidade limpa: Prefeitura pede que população não jogue entulho em local inapropriado

    A Prefeitura de Gurupi está realizando a “Operação Cidade Limpa”, que está recolhendo entulhos e galhadas por toda a cidade. Porém, o município pede para que a população colabore e não deposite lixo e entulhos em locais inapropriados. Manter a cidade limpa é um dever de todos.

    Segundo o Código de Posturas de Gurupi (Lei Municipal 1086/94), é proibido depositar entulhos e resíduos de qualquer natureza em terrenos urbanos, sejam lotes baldios, calçadas e vias públicas, evitando, assim, a proliferação de inúmeras doenças. Quem fizer isso está sujeito a multa de até R$ 1.740,00.

    A “Operação Cidade Limpa” em Gurupi está em andamento, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, atendendo 14 bairros na segunda etapa. O mutirão permitirá que todos os bairros sejam atendidos com limpeza, varrição, capina, roçagem e coleta de lixo. Entretanto, é necessário que os moradores fiquem atentos ao cronograma para evitar que o material seja depositado após o serviço de limpeza ter passado. Também é dever da população ajudar o poder público a manter a cidade limpa.

    O secretário municipal de Planejamento e Finanças, Lucas Lemes, reforçou o pedido para que a população colabore e faça sua parte na manutenção da limpeza da cidade. "A Prefeitura tem feito sua parte, estamos aí com o mutirão de limpeza que passará por toda a cidade. Mas é necessária a conscientização de cada morador para que não coloque seu lixo na rua de qualquer maneira, mas sim coloque seu lixo na data correta do cronograma e quando for descartar algum entulho, faça de forma segura e correta, em local apropriado, para que tenhamos uma cidade limpa, livre de doenças", ressaltou.

    Confira o cronograma completo da operação Cidade Limpa clicando aqui.

    Denúncias

    Quem flagrar alguém depositando lixo e entulho em locais inadequados pode denunciar pelos telefones: Departamento de Postura e Fiscalização, no (63) 3315-0032; e também na Ouvidoria 08006463366, que tem também o (63) 3315-0077, que é WhatsApp.

    SECOM

    ***