Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    26/04/2021

    Palmas faz mutirão de testagem para Covid nesta semana no Parque dos Povos Indígenas

    Ação ocorrerá a partir desta segunda, 26, e segue até sexta, 30, das 18h às 22h

    ©Raiza Milhomem
    A Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus), por meio da Gerência de Assistência Farmacêutica, realiza mais um mutirão de testagem para detecção da Covid-19 a partir de segunda-feira, 26. A ação ocorrerá até sexta, 30, das 18h às 22h, no Parque dos Povos Indígenas, sendo aberta a toda a população.

    A expectativa do setor é que 200 pessoas sejam testadas por dia, número que pode ser ampliado a depender da adesão do público. Também, na próxima semana, serão testados trabalhadores da saúde atuantes na Unidade de Pronto Atendimento Sul (UPA Sul), em Taquaralto.

    Nesta semana, a Semus realizou ações de testagem com trabalhadores do transporte urbano, servidores municipais das secretarias de Controle Interno, Finanças e, também, da Guarda Metropolitana de Palmas. Ao todo, 548 pessoas foram testadas, sendo que 56 tiveram IgG positivo, que confirma presença ativa do vírus, e quatro IgM positivo, indicador de memória imunológica sobre contato anterior ao vírus.

    Segundo Ricardo Nunes, gerente da Assistência Farmacêutica da Semus, as ações objetivam fazer o rastreio de casos positivos assintomáticos para o novo coronavírus, e conter, previamente, a disseminação da doença na cidade. “Nossa proposta é avaliar o cenário da situação epidemiológica da pandemia da Covid-19 atualmente e continuar com a contenção da enfermidade”, afirma.

    Atendimento

    A Semus orienta que, após sentir os sintomas, o paciente deve primeiro procurar uma Unidade de Saúde da Família (USF) que seja sentinela para a Covid-19, onde receberá acolhimento e será atendido por um profissional de saúde (enfermeiro ou médico). Se já estiver a partir do 8° dia de sintoma, o exame poderá ser realizado na USF no momento da consulta, com o resultado entregue após 15 minutos de coleta do material. Em outros casos, o agendamento do paciente é realizado de acordo com a data de início de sintomas declarados pela pessoa.

    Na USF é realizada a avaliação do paciente com a identificação dos sintomas, como febre, tosse, perda do olfato ou paladar, dificuldade respiratória, entre outros e a emissão do termo de isolamento pelo período preconizado.

    Os exames para detecção da doença realizados no Município são do tipo teste rápido e RT-PCR (Swab). Este último pode ser feito entre o 3º e o 7º dia do início dos sintomas.

    T1

    ***