Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    08/05/2021

    Suspeito de ser um dos maiores estelionatários do extremo norte do Tocantins é preso pela Polícia Civil em Goiânia

    Indivíduo aplicava golpes em comerciantes da cidade de Sítio Novo do Tocantins

    Dezenas de cartões de créditos apreendidos em poder do investigado em Goiânia
    Um homem de 18 anos, suspeito de praticar dezenas de golpes contra comerciantes do extremo norte do estado foi preso na tarde desta sexta-feira, 7, em Goiânia. A prisão aconteceu após ação realizada pela Polícia Civil do Tocantins, através da 15.ª Delegacia de Sítio Novo, com apoio do serviço de inteligência da Polícia Militar daquela cidade.

    Capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça do Tocantins, o homem foi localizado por policiais do serviço de inteligência do 7º Batalhão da PM goiana enquanto se encontrava em uma residência no Parque Santo Antônio. Durante a prisão, os policiais localizaram em poder do homem, 37 cartões bancários, em nome de terceiros, além de várias máquinas de cartão de crédito.

    Coordenada pelo delegado-chefe da 15.ª DP, Antônio Bandeira, a operação teve início há alguns meses quando comerciantes das cidades de Sítio Novo do Tocantins, Axixá e São Miguel registraram boletins de ocorrência, relatando que haviam sido vítimas do rapaz.

    “Após inúmeros registros de ocorrências, começamos a investigar os fatos e constatamos que o indivíduo, apesar da pouca idade, se especializou em aplicar golpes de estelionato e também extorsão. Ele abria empresas e, por meios fraudulentos, se apoderava dos dados dos comerciantes e então começava a ameaçá-los, afirmando que os mesmos tinham uma dívida com a empresa dele e que se não pagassem, teriam seus nomes incluídos no cadastro de inadimplentes”, disse o delegado.

    Na grande maioria dos casos, os comerciantes não pagavam. Porém, de alguma maneira, o golpista incluía o nome da vítima nos órgãos de proteção ao crédito e, novamente, insistia nas ameaças, exigindo dinheiro para retirar o nome da lista de inadimplentes. As investigações da Polícia Civil do Tocantins apontaram que, em muitos casos, o investigado conseguiu auferir lucro, por meio das extorsões.

    O delegado Antônio Bandeira representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão do indivíduo, a qual foi deferida. Contudo, antes que pudesse ser capturado no Tocantins, o homem fugiu para Goiânia. “Mesmo com a fuga do investigado, intensificamos as diligências e descobrimos que ele tinha fugido para Goiânia. Mediante compartilhamento de informações com o serviço de inteligência PM goiana, repassamos cópia do mandado judicial e, na tarde de ontem, o homem foi encontrado e preso”, ressaltou.

    A autoridade policial ressalta, ainda, que o homem já responde a mais de 10 inquéritos policiais por crimes como extorsão e estelionato e que, muito provavelmente, estava aplicando golpes também em Goiás. Depois de ser conduzido até a Central de Flagrantes de Goiânia, o suspeito foi levado para a Casa de Prisão Provisória daquela cidade, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário do Tocantins.

    Para o delegado, a confirmação da prisão do homem traz um imenso alívio aos comerciantes das cidades do Bico do Papagaio, uma vez que eles foram vítimas do homem preso, sendo que alguns, mais de uma vez. “A melhor resposta que a Polícia Civil poderia dar era aprofundar as investigações, localizar o paradeiro do indivíduo e efetuar a prisão do mesmo, pois se trata de uma pessoa que causou muitos transtornos e prejuízos por onde passou”, afirma.

    Por: Rogério de Oliveira

    ***