Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    09/07/2021

    Denúncias de aglomerações na Capital reforçam as ações de combate à disseminação do novo coronavírus

    No primeiro semestre deste ano foram registradas 187 denúncias; março foi o mês com o maior número de ocorrências

    ©DIVULGAÇÃO
    O apoio da população no combate à proliferação do novo coronavírus tem sido fundamental para conter o avanço da Covid-19, na Capital. Para isso, a Prefeitura de Palmas disponibiliza canais de denúncias de aglomerações para que os órgãos fiscalizadores possam atuar de forma eficaz, além de montar uma força-tarefa para fiscalização, composta por órgãos municipais em parceria com a Polícia Militar.

    De janeiro a junho deste ano, 187 denúncias de aglomerações foram registradas, tanto pela Ouvidoria Geral do Município, quanto pela Guarda Metropolitana, sendo 77 denúncias feitas à Ouvidoria e 110 à GMP. Os meses com maior número de ocorrências foram março, com 85 chamados; abril, com 28, e junho com 26 registros.

    De acordo com a Ouvidora-Geral de Palmas, Poliana Marconi, a ouvidoria do município recebe a denúncia e encaminha ao órgão competente para que seja tomada a providência cabível em cada caso. “Primeiro identificamos e depois fazemos a triagem da denúncia. Em alguns casos a gente consegue encaminhar em tempo hábil, mas em outros, quando a gente recebe já passou do dia ou do tempo de atuação dos agentes competentes”, relata.

    A gestora ressalta a importância da colaboração da população no sentido de identificar a ocorrência no momento em que está acontecendo, pois, dessa forma, facilita o trabalho dos órgãos da administração pública. “É importante que a pessoa ligue no momento exato das ocorrências”, alerta.

    O inspetor superintendente da GMP, Marcelo Pereira Lima, destaca que, ao receber denúncias de infrações, uma viatura é encaminhada ao local para averiguações e, se constatada a infração, as pessoas são orientadas a cessarem com a irregularidade. “Geralmente as pessoas acatam, mas havendo algum desacato ou reincidência de chamados, poderá ser aplicada multa referente à perturbação. Independente de ser multado ou não, se a situação permanecer e a nossa equipe tiver que voltar no mesmo endereço, os envolvidos serão encaminhados à delegacia de Polícia mais próxima, onde responderão pela contravenção”, esclarece.

    Palmas, assim como o mundo todo, ainda não está livre da pandemia de Covid-19. As denúncias de aglomerações de pessoas poderão ajudar na contenção da doença e poderão ser feitas por meio dos canais que a Ouvidoria Municipal oferece: portal da Ouvidoria; disque-denúncia (0800-64-64-156); e-mail, ou ainda presencialmente no endereço ACSU-SE 50, Avenida NS 02, Conj. 1 – Ed. Buruti – 3º piso. Já para denunciar diretamente à Guarda Metropolitana de Palmas, o número é 153.

    SECOM

    ***