Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    28/07/2021

    Força Mulher promove inclusão produtiva no Tocantins

    Projeto atende público em estado de vulnerabilidade nos municípios do Bico do Papagaio

    ©DIVULGAÇÃO
    Como alternativa para vencer a crise econômica agravada pela pandemia, o Sebrae desenvolve o projeto Força Mulher em parceria com a Prefeitura de Araguatins. O objetivo é proporcionar às mulheres tocantinenses, em situação de vulnerabilidade social, condições necessárias à abertura de novos negócios.

    Na região do Bico do Papagaio, foram formadas 16 turmas, no total, que atenderam os municípios de São Sebastião do Tocantins, Santa Terezinha, Tocantinópolis, São Bento e Araguatins, com cursos em diversas áreas. A iniciativa tem o apoio da senadora Kátia Abreu, com recursos destinados para custear os kits com materiais, para que, após a formação, possam ter a matéria-prima para abrirem suas empresas.

    De acordo com a parlamentar, a emenda é destinada ao “Kit para Empreender”. “Muitas vezes a mulher aprende a ser cabeleireira, mas não tem recurso para comprar o secador, a chapinha e a tesoura para exercer as habilidades e obter renda com seu trabalho. Por isso, incentivamos as mulheres para que empreendam e ingressem no mercado de trabalho”, destacou a senadora Kátia Abreu.

    O superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, reforçou a importância do projeto para os municípios. “A iniciativa é uma ação inovadora ofertada pelo Sebrae, visando a inclusão produtiva de mulheres em estado de vulnerabilidade, como alternativa para estimular os pequenos negócios, gerar emprego e impulsionar a economia”, enfatizou.

    O Projeto Força Mulher tem o apoio dos CRAS nos municípios do interior e o Sebrae Tocantins ofertará consultorias, capacitações e oficinas de empreendedorismo e profissionalizantes, dando suporte para que elas entrem no mercado de trabalho.


    ASSECOM


    ***