Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    01/08/2021

    Dorivã vence 7° Festival de Música do Jalapão, Trio Bacana fica em 2º e Querenhapuque em 3º

    ©DIVULGAÇÃO
    Com músicas inéditas, o 7º Festival de Música do Jalapão -Tocantins 2021 aconteceu no sábado, 31, no encerramento da programação da 10ª Edição da Semana Cultural do Jalapão, em Rio Sono, a 180 km de Palmas. O evento, transmitido ao vivo do Bosque da cidade, reuniu músicos regionais, representando estilos musicais variados, como sertanejo, cordel, música indígena, forró e MPB.

    O festival teve premiação de R$ 5 mil, sendo R$ 2,5 mil para o primeiro lugar, R$ 1,5 mil para o segundo e R$ 1 mil para o terceiro. Além disso, o evento contou com a inovação de incluir o voto popular na soma das notas dos jurados.

    O cantor e compositor Dorivã Borges, de Palmas, obteve o primeiro lugar, vencendo o festival com a canção Do Jalapão ao Jequitinhonha, composição sua em parceria com Paulinho Pedra Azul. A música exalta a cultura tradicional dos habitantes do Jalapão e chama o público para contemplar as belezas naturais da região.

    O artista conta que não imaginava que ganharia o festival, mas acreditou na letra de sua música. "Fui pego de surpresa. Estou muito feliz em representar um pouco da cultura do Tocantins com minha música. É uma canção bonita, sempre acreditei em sua sonoridade e na qualidade da letra dela", explicou

    Na segunda posição, o Trio Bacana venceu cantando o forró Que Tanto Querer, uma composição de Fábio Sobrinho vocalista do grupo. A terceira posição foi obtida por Querenhapuque e seu filho Guilherme Querem, com a música Pescador, em que fala da arte de viajar em rios e mares. No voto popular venceu o artista Mello Júnior, natural de Rio Sono, com a música Deixa o coração cantar, de sua autoria.

    A Semana Cultural do Jalapão é promovida há dez anos pelo Instituto Terra Dourada e tem como proposta o resgate, a promoção e o fortalecimento das manifestações culturais e artísticas populares do Tocantins.

    O evento foi promovido com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio do edital de Cultura Tradicional e Popular, com apoio do Governo do Tocantins e do Governo Federal, através do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Fundo Nacional de Cultura.

    Para a cantora e produtora cultural Núbia Dourado, idealizadora do festival, o evento atingiu e superou os objetivos propostos. “Conseguimos alcançar e ultrapassar nossas metas, que foram promover e incentivar a produção de músicas inéditas e revelar novos compositores no cenário musical tocantinense”, comemorou.

    Com grandes talentos, o festival de música do Jalapão teve um alto nível musical e marcou o encerramento da programação da 10ª edição da Semana Cultural do Jalapão.

    Por: Núbia Dourado

    ***